Organização de Gestão do Destino – primeira reunião de trabalho

Atualizado: 17 de Set de 2018


Trabalhar de forma integrada, em rede, com objetivos comuns, geridos por uma organização de gestão do destino no fomento do turismo sustentável e inclusivo é uma estratégia de promoção turística adoptada por vários territórios, com resultados demonstrados em vários pontos do mundo.

Realizou-se a 19 de Março, em Porto Novo, a primeira reunião de reflexão para apresentação deste modelo de funcionamento, com o objetivo de informar, sensibilizar e auscultar os diferentes agentes direta e indiretamente ligados ao turismo. Pretende-se, no âmbito do projeto RAIZES impulsionar a criação de uma Organização de Gestão do Destino para Santo Antão, fomentado a reflexão e a definição de um modelo de funcionamento adequado à realidade local.

A pertinência desta sessão de trabalho está bem patente nos testemunhos de vários participantes, representantes das autoridades locais e das organização da sociedade civil. Segundo o presidente da Associação AMIPAUL, Pires Ferreira:


A produção turística em Santo Antão não está organizada e as instituições na Ilha são fracas. A comunicação entre as entidades públicas e privadas é muito baixa, sendo que há uma grande corrida pelo protagonismo. Tem que haver menos competição e mais espírito para trabalhar em Santo Antão como um todo. É trabalhar de forma integrada, criar um sistema de cooperação solidária e fomentar o Turismo rural e comunitário”.

Por seu lado a vereadora do pelouro do turismo da Câmara Municipal da Ribeira Grande, Lisienne Assunção, considera que a oferta está muito desorganizada e que há necessidade de organizar os guias, implementar uma educação turística e, sensibilizar as comunidades no que concerne ao valor das potencialidades da ilha:


Ainda falta muita vontade política pois enquanto os políticos não se consciencializarem que o desenvolvimento da Ilha passa pelo Turismo, não se pode alcançar patamares superiores”.

A criação desta organização de gestão vislumbra-se como imprescindível para a promoção de Santo Antão enquanto destino turístico, de forma articulada e inclusiva, potenciando o impacto de todas as atividades de desenvolvimento turístico.

© Copyright 2020 - ADPM.

Todos os direitos reservados